Desvios Sexuais

 

Caracterizam-se pela necessidade que determinados indivíduos apresentam de obter a satisfação sexual através de determinadas práticas consideradas socialmente inaceitáveis.

Os desvios sexuais  são também conhecidos como Parafilias.

    Embora não se enquadrem nos objetivos desta página,  descreveremos algumas de suas formas, apenas como informação.

marcador

Sadismo - obtenção da satisfação sexual provocando dor ou sofrimento.
 

marcador

Masoquismo - obtenção da satisfação sexual sentindo dor ou sofrimento.
 

marcador

Exibicionismo - necessidade de exibir os órgãos genitais em público.
 

marcador

Fetichismo - satisfação sexual envolvendo roupas ou objetos
de uso pessoal.
 

marcador

Travestismo - satisfação ao vestir roupas do sexo oposto.
 

marcador

Voyerismo - observar, secretamente, outras pessoas
tirando a roupa ou em atividade sexual.
 

marcador

Pedofilia - obtenção do prazer sexual com crianças.
 

marcador

Zoofilia - obtenção do prazer sexual com animais.
 

marcador

Gerontofilia - obtenção do prazer sexual com idosos.
 

marcador

Necrofilia - prática de relações sexuais com cadáveres.
 

marcador

Urofilia - pratica de relações sexuais envolvendo urina.
 

marcador

Coprofilia - prática de relações sexuais envolvendo fezes.

    Torna-se oportuno ressaltar que a prática sexual entre duas pessoas do mesmo sexo, durante muitos anos incluído nos desvios sexuais, atualmente deve ser considerado e aceito como uma forma de opção sexual. Todavia, existem alguns casos em que o padrão de conduta homossexual se constitui em um motivo de angústia para o indivíduo. Estas pessoas,  certamente,  se beneficiarão da psicoterapia, com o objetivo de esclarecer e resolver os conflitos existentes.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
INTRODUÇÃO
Nos dias atuais, as disfunções sexuais são passíveis de altos percentuais de resolução.
    Veja Mais
 
ANATOMIA
Este link tem por objetivo prestar informações  sobre a constituição e funcionamento dos órgãos que compõem    o sistema reprodutor ou  órgãos sexuais masculinos.
 
PRINCIPAIS DISFUNÇÕES
Os problemas mais freqüentes são: a disfunção erétil, a ejaculação precoce,
a falta de desejo e a falta de orgasmo.
 
CAUSAS
 É importante compreender que inúmeros fatores podem estar envolvidos nos casos de disfunções sexuais.
 
TRATAMENTOS
Em decorrência dos novos medicamentos, do aprimoramento das técnicas cirúrgicas
e das atuais  técnicas de psicoterapia, as disfunções sexuais são passíveis de altos percentuais de resolução.
 
DISFUNÇÃO ERÉTIL
A disfunção erétil é a disfunção sexual mais freqüente em homens acima de 40 anos.
 
EJACULAÇÃO PRECOCE
A impossibilidade de controlar o momento da ejaculação é causa da inadequação sexual de inúmeros casais.
 
EJACULAÇÃO RETARDADA
A ansiedade provocada pela demora para ejacular e justamente um de seus fatores agravantes..
 
FALTA DE DESEJO SEXUAL
A diminuição ou falta de libido exige uma avaliação cuidadosa do estado psíquico e hormonal do paciente.
 
FALTA DE ORGASMO
Pode ter sua origem em causas orgânicas ou emocionais.
 
O HOMEM E O PÊNIS
O pênis e a ereção estão ligados a contextos socioculturais antigos e profundamente enraizados no meio
em que vivemos..
 
MEDIDAS PREVENTIVAS
Um simples esclarecimento pode evitar
que um problema ocasional se transforme em um transtorno mais sério.
 
INCIDÊNCIA NO MUNDO
A disfunção erétil  atinge, em diversos níveis de intensidade, mais de 50 % da população masculina entre 40 e 70 anos.
 

 Copyright 2004 - Oswaldo L D. Berg.
Rua Santa Clara 75, cob. 04. Copacabana. RJ
              Todos os direitos reservados